Início > Blog > Principais causas das doenças ocupacionais

Principais causas das doenças ocupacionais

A palavra “prevenção” tem por definição o cuidado e eliminação das causas raiz de algum fato antes que aconteça. Prevenir as lesões osteomusculares atreladas ao trabalho consiste em conservar fisicamente o trabalhador. Avaliando que as patologias ocupacionais possuem diversos fatores, entende-se também, algumas das principais causas do seu desenvolvimento, sendo elas:

  • Trabalho automatizado – Em busca de agilidade, as empresas adotaram máquinas e computadores como forma de acrescer sua eficácia e garantir vantagens para acompanhar a concorrência e as dificuldades com a globalização. O empregado se submete a um trabalho “automático”, com movimentos repetitivos, deixando o esforço intelectual por conta da máquina.
  • Ritmo acelerado para cobrir a produção – Além dos movimentos repetitivos, por conta de metas produtivas, ocorre à indução de ritmo acelerado, o que acarreta em dores musculares enquanto se executa o trabalho.
  • Trabalho hierarquizado – Quando o individuo realiza suas atividades sob pressão permanente, o mesmo pode acompanhar como reflexos da sua condição psicológica, distúrbios fisiológicos acompanhados por dor, fadiga e estresse.
  • Jornadas prolongadas e ausência de pausas durante o trabalho – É necessário para qualquer ser humano, ao desempenhar uma atividade rotineira, possuir um período de descanso para que suas energias sejam restabelecidas, como também suas condições físicas e psicológicas.
  • Ambientes ergonomicamente não adequados – Lugares excessivamente frios ou quentes, com ruídos, mal ventilados, mal iluminados, com layout inadequado que forçam as posturas imperfeitas do corpo possibilitando maior propensão de LER/ DORT.

Fonte: Diário do EPI